Menos vinho em 2016

mercado_alimentar_vinha

Apesar da quebra de produção, o IVV acredita que 2016 poderá ser um ano de bom vinho

Instituto da Vinha e do Vinho estima queda de 20% na produção da campanha vitivinícola que terminou em julho, com um volume de 5,6 milhões de hectolitros. O responsável foi “as condições climatéricas”.

O Algarve foi a única região a manter a produção. Lisboa, Trás-os-Montes, Douro e Açores foram as regiões mais afetadas com uma quebra de produção superior a 25%. Em comunicado, o Instituto da Vinha e do Vinho explica que o clima foi a “causa principal” desta quebra, em particular no início do ciclo vegetativo da vinha.

“Se, por um lado, a meteorologia condicionou a produção de forma negativa, por outro está a favorecer a maturação das uvas”, refere o Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), acrescentando esperar uma “boa” qualidade dos vinhos na colheita deste ano, apesar da expectativa de quebra nos valores da produção.

As previsões do IVV, de uma redução de 20% na produção, reproduzem uma quebra de 10% da produção quando comparada com a média das cinco últimas campanhas.

A campanha decorre desde o dia 01 de agosto de cada ano até 31 de julho do ano seguinte.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s