Alerta à praga no Pinhão

Pinhão (fruto da Araucaria angustifolia)

A quebra na produção de pinhão põe em causa os investimento no pinheiro manso

Um inseto originário da América do Norte está a consumir e destruir o pinhão e pode estar na origem da quebra de produção em Portugal. O alerta é do Instituto Superior de Agronomia.

Ana Farinha, investigadora do Centro de Estudos Florestais, do Instituto Superior de Agronomia (ISA) e responsável pelo estudo sobre o impacto da Leptoglossus occidentalis, admite que a praga, um percevejo que consome o pinhão, mesmo quando ainda não está desenvolvido, poderá estar a prejudicar a produção de pinhão.

Durante as conferências sobre “O Pinheiro Manso e o Pinhão”, a decorrer no ISA, a investigadora revela que a “o inseto consegue sugar o miolo do pinhão e, mesmo que apenas o danifique, já não é comercializável”. E depois, acrescenta, o mais preocupante é que pode estragar uma pinha em início de desenvolvimento (uma pinha demora três anos a desenvolver-se).

Apesar dos ainda poucos resultados do estudo, que teve início em 2014 e que continuará até ao próximo ano, na zona de Coruche, a investigadora admite que esta praga poderá estar na origem da quebra da produção de pinhão, a qual se tem vindo a verificar nos últimos anos. O que, adianta, poderá colocar em risco o investimento que tem vindo a ser feito no pinheiro manso. “Nos últimos 10 anos houve um grande investimento em Portugal no pinheiro manso e é lamentável que a praga surja a meio desta florestação, não sendo possível por enquanto quantificar de que forma está a afetar o pinheiro”, resume.

O inseto está espalhado por todo o país e foi detetado em Portugal desde 2010, tendo entrado acidentalmente na Europa em 1999.

Depois da Espanha, Portugal é atualmente o país com maior área de pinheiro manso (Pinus pinea). No comunicado, o ISA lembra que Península Ibérica possui cerca de 75% da área de distribuição mundial do pinheiro manso e que nos últimos 10 anos o povoamento em Portugal aumentou 54%.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s