Iogurte, o bom amigo das mulheres

Iogurte fruta dezsidratada (3)

O consumo regular de iogurte, em especial com frutas, ajuda a reduzir o risco de hipertensão

 

As mulheres que comem cinco ou mais porções de iogurte por semana estão mais protegidas contra a hipertensão. O estudo é da Faculdade de Medicina da Universidade de Boston, nos EUA.

“Nenhum alimento isolado é mágico. Mas a adição de iogurte a uma dieta saudável parece ajudar a reduzir o risco, a longo prazo, de pressão arterial elevada nas mulheres”, concluiu, o líder do estudo, Justin Buendia.

Investigações anteriores já tinham demonstrado que os produtos lácteos eram capazes de reduzir o risco de pressão arterial elevada nos adultos em situação de risco, mas ainda não se tinha conseguido analisar o efeito isolado do iogurte. Como explica Justin Buendia, “a ingestão de iogurtes enquanto parte integrante de uma dieta alimentar saudável ajuda a reduzir, a longo prazo, o risco de pressão arterial nas mulheres”.

Ao longo do período de análise, o estudo acompanhou mulheres, entre os 25 e os 55 anos, e homens entre os 40 e os 75 anos. Num contexto de ingestão de uma alimentação saudável, os investigadores constataram que as mulheres que ingeriam cinco ou mais porções de iogurte por semana apresentavam um risco 20% menor de desenvolver pressão arterial elevada, comparativamente com aquelas que consumiam uma porção por mês. No caso dos homens, a associação entre consumo regular de iogurte e a pressão arterial homens não teve grande impacto.

Em comunicado, o estudo da Faculdade de Medicina da Universidade de Boston reforça que os efeitos benéficos do consumo de iogurte estavam associados ao tipo de dieta adotada. Perante isto, os investigadores decidiram avaliar o impacto do consumo de iogurte num regime alimentar baseado na dieta DASH (do inglês, Dietary Approaches to Stop Hypertension) – muita fruta, incluindo frutos secos, legumes e outros alimentos de baixo teor em gordura, para os cereais.

E aqui os resultados foram ainda mais expressivos: o risco de desenvolver hipertensão baixou 31%. As conclusões também indicam que o consumo diário de leite e queijo tem efeitos benéficos na pressão sanguínea, no entanto, “o benefício observado com iogurte foi muito mais elevada do que outros leites”, conclui Justin Buendia.

De acordo com a Sociedade Portuguesa de Hipertensão, a pressão arterial elevada é um fator de risco de doença cardiovascular e a principal causa de morte e incapacidade em Portugal. Hoje, reconhece-se que a adoção de um estilo de vida saudável pode prevenir, pelo menos em parte, o aparecimento de hipertensão arterial.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s