Paladin online… logo existo!

IMG_4196

A marca Paladin aposta forte na presença nas redes sociais. A estratégia está ganha e a notoriedade já se reflete nas vendas.

Uma nova imagem, uma nova atitude, novos produtos, novo packaging e um novo posicionamento: “Temperos de Portugal”. Foi o quanto bastou para a marca da Golegã sentisse que devia estar nas redes sociais para dar a conhecer a nova marca. Pinterest, Youtube e o Facebook, atualmente com mais de 7800 fãs, são as redes de social media escolhidas para responder a um target bem definido e alinhado com  carácter conversacional da marca.

“O Facebook é, de facto, uma ferramenta poderosa que permite uma maior proximidade da Paladin com os consumidores, mas também com os prescritores, sejam estes bloggers, foodies ou outras audiências chave”, diz Carlos Gonçalves, administrador da empresa.

Para o responsável, a interação com os consumidores é essencial para criar uma relação próxima com todos os fãs da marca. “Comunicamos estórias da marca, das quais é exemplo a internacionalização da Paladin e a sua presença além-fronteiras, as apostas em inovação ou as distinções com que somos reconhecidos em feiras internacionais, mas também informações sobre novos produtos. Partilhamos ainda conteúdos enviados por bloggers e entusiastas que utilizam os nossos temperos nas suas criações gastronómicas e ações promocionais/ passatempos onde apelamos à criatividade dos nossos fãs”, adianta ao Mercado Alimentar.

Com a comunicação nacional a focar-se no Facebook, Carlos Gonçalves revela que já está a ser avaliado o uso de outras redes sociais, “mais adequadas às nossas audiências nos diversos países para onde estamos a internacionalizar a marca”, como já acontece no mercado da Líbia.

Com um crescimento acima dos 50% ao ano, os objetivos da marca de temperos nacional é quintuplicar as vendas em 5 anos. Para isso a aposta na inovação é constante. “É sem dúvida uma grande mais-valia que nos permite estar constantemente a surpreender os consumidores com novos sabores e temperos que acompanham as principais tendências alimentares”, adianta. Exemplo como os vinagres em spray, com polpas de fruta, piripiris com fruta e molhos com novas texturas e sabores que apelam à imaginação são, na sua opinião, “o que nos têm vindo a permitir obter reconhecimento do mercado a nível nacional e internacional”.

Atualmente os produtos da Paladin já chegam à China, Polónia, Brasil e a Marrocos. No mês de julho a marca deu mais um passo na internacionalização, com a chegada ao mercado Argelino.

“Pretendemos que a Paladin seja uma marca internacional, por oposição ao conceito de marca de exportação e estamos a apostar fortemente nos mercados magrebino, do Dubai e do Médio Oriente onde existem consumidores com poder de compra e que estão abertos a novas marcas, novos sabores e novas experiências”, finaliza.

 

Conheça a marca aqui.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s