Aumenta produção de milho no Alqueva

plantação de milho

A área de milho quase triplicou na zona do Alqueva em apenas três anos. A abundância de terra, de água e radiação solar ajudam a explicar este aumento, mas teme-se que o preço da água condicione esse crescimento.

No Alqueva, o milho disputa espaço e importância com a plantação de olival. Mas o maior problema não é esse. Para a Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo (Anpromis) o seu crescimento está condicionado pelo custo da água e as oscilações de preços no mercado mundial.

Luis Vasconcellos e Souza, presidente da Associação que representa o setor, relembra que se trata de uma cultura que já se posiciona como a “segunda maior na região do Alqueva”, e que ocupa uma área regada de 18 por cento, “superior a outras culturas arvenses” e suscetível de crescimento continuado nos próximos anos.

Contudo, o custo da água, associado às oscilações constantes que ocorrem no mercado mundial de cereais são fatores de instabilidade que colocam dificuldades num futuro próximo à sustentabilidade da cultura.

A solução, adianta o responsável, terá de passar por “conjugar o potencial de Alqueva com o potencial económico resultante da produção de milho” no novo regadio. Ou seja, uma aplicação efetiva da reformulação de tarifário aprovado pelo Ministério da Agricultura em 2010. De outra forma, adianta “o seu consumo nas culturas de milho sofrerá uma forte redução e nestas condições será difícil manter o milho no Alqueva nos anos em que os preços deste cereal se apresentarem baixos”, antecipa Vasconcellos e Souza.

Em Abril de 2010, o ministro da Agricultura de então, António Serrano, estabeleceu um tarifário em que os agricultores pagariam, no primeiro ano, apenas 30 por cento do preço real da água. Um valor que seria aumentado progressivamente até se atingir o preço real ao fim de seis anos.

 

 

Saiba mais aqui.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s