Código de barras de cortiça!

rolha inteligente

A rolha inteligente vai permitir receber informações sobre o vinho ou espumante. Nome da bebida, números de série, do lote e da produção assim como a origem da bebida ficam disponíveis através de um simples clique no telemóvel.

Parece uma rolha de cortiça normal, mas não é! Desenvolvida na Universidade de Aveiro (UA), a rolha inteligente é revestida por um circuito eletrónico e uma minúscula antena que emite a informação. Os consumidores obtêm a informação por via do telemóvel.

De acordo com o inventor da rolha, o projeto da UA pretende contornar as fraudes a que os rótulos das garrafas podem estar sujeitos e assegurar que o consumidor compra exatamente aquilo que quer beber. “A rolha tem inserida uma antena que integra um chip RFID [identificação por radiofrequência], o mesmo que é utilizado, por exemplo, nos acessos a transportes públicos, gestão de acesso a edifícios ou nos sistemas de portagens das autoestradas”, explica Ricardo Gonçalves.

O aluno de Doutoramento do Departamento de Engenharia Eletrónica, Telecomunicações e Informática (DETI) da UA garante que o sistema, com um número de identificação único para cada rolha, “permite identificar as garrafas sem depender de rótulos que podem ser removidos e adulterados”.

Para obter o número de identificação da rolha e as restantes informações sobre o líquido em causa é preciso um leitor RFID compatível. “Existem diversos leitores pequenos que conseguem interagir com os RFID’s e enviar a informação por Bluetooth para um computador ou smartphone/tablet”, explica o investigador”. Mas, e de futuro, a ideia é tirando partido das tecnologias de NFC (comunicação de curta distância) que vêm sendo integradas nestes dispositivos, o que permitirá que os dados sejam recebidos sem necessidade de um equipamento externo.

Admitindo que o sistema desenvolvido vai encarecer a rolha, Ricardo Gonçalves acredita que “a disseminação dos sistemas RFID permite que o aumento do custo seja mínimo”.

Ainda para o setor dos vinhos, e já a trabalhar num novo projeto, o investigador conta que em breve será apresentada outra inovação. Através de um sensor colocado na rolha será possível conhecer a temperatura, o que permitirá “criar um histórico das temperaturas a que a bebida esteve sujeita dentro da garrafa”, revela.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s