Sangria, só na Ibéria!

D.R.

D.R.

Eurodeputados aprovam regras que restringem a Portugal e Espanha a denominação “Sangria”.  Uma medida que protege o termo limitando a sua utilização por outros Estados-Membros.

A designação “Sangria” só pode ser utilizada como denominação de venda quando o produto for produzido em Portugal ou em Espanha, diz um regulamento aprovado esta semana pelo Parlamento Europeu por 609 votos a favor, 72 contra e quatro abstenções.

A proteção do termo “Sangria” está incluída na atualização do regulamento sobre a definição, designação, apresentação, rotulagem e proteção das indicações geográficas dos produtos vitivinícolas aromatizados.

Se a bebida for produzida noutro Estado-Membro, a designação “Sangria” só pode ser utilizada em complemento da denominação de venda “bebida aromatizada à base de vinho”, e acompanhada da menção “produzido em…”, seguida do nome do Estado-Membro produtor ou de uma região mais restrita.

O novo regulamento sobre a definição, designação, apresentação, rotulagem e proteção das indicações geográficas dos produtos vitivinícolas aromatizados atualiza as denominações de venda e adapta-as à legislação sobre a informação aos consumidores. O texto alinha também as normas europeias aos requisitos da Organização Mundial do Comércio.

De relembrar que a UE representa cerca de 90% da produção mundial de produtos vitivinícolas aromatizados.

Saiba mais no site do Parlamento Europeu.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s